Destaques do festival 2018

Confira os principais eventos e espetáculos de 2018

Um projeto de dramaturgia plural. A partitura foi livremente inspirada no romance de Ingmar Bergman "Confissões Privadas", levado à tela em 1996, sob direção de Liv Ullmann.

‘Capacetes-Azuis’ é o nome pelo qual são conhecidas as tropas multinacionais que servem às Forças de Paz da Organização das Nações Unidas. Criadas em 1947 para atuar em zonas de conflito em vários pontos do planeta

Versão brasiliense da obra “Clôture de l”Amour”, vencedora do francês Grand Prix de Littérature Dramatique em 2012 e já encenada em diversos países. Dentro de uma grande sala, uma mulher e um homem conversam.

O espetáculo funde, em um espaço de palco único, a animação de imagens e a interpretação de um elenco de sete atores e atrizes para provocar a imersão no mundo interior de uma violinista, ALICIA.

Livre adaptação da obra “As Criadas”, de Jean Genet, o espetáculo vai encontrar as criadas Claire e Solange na minúscula e degradante casa onde vivem e penetrar em sua intimidade. Saudada pela crítica pela grande sensibilidade

Há gritos de pânico, de alegria, de castigo, de encorajamento, de alarme, de advertência, de prazer, de dor. E é aí que há o silêncio que serve de inspiração para cada um desses gritos. Bem-vindo ao teatro.

O que a democracia significa hoje no México para cerca de 50 milhões de pessoas que vivem com o salário mínimo? A economia condiciona a maneira como experimentamos a política e as expectativas que temos.

O que aconteceu no festival passado?

Espetáculos 2018

21 de Agosto

22 de Agosto

22/8, às 19h

23 de Agosto

23/8, às 19h
23/8, às 20h

24 de Agosto

24/8, 20h

25 de Agosto

25/8, 20h
25/8, 19h

26 de Agosto

26/8, 19h
26/8, 11h e 17h

27 de Agosto

28 de Agosto

29 de Agosto

30 de Agosto

31 de Agosto

1 de Setembro

2 de Setembro

Ingressos

Saiba como adquirir o seu ingresso

Cena Contemporânea 2018

Apoiadores deste festival de teatro

MinC
MRE
Governo Federal
Embaixada da Argentina

Depoimentos

Fernando Tubarão

"Sou produtor do cantor e compositor pernambucano Otto. Tivemos a felicidade de fazer parte da programação musical do Cena Contemporânea 2017 e a experiência foi incrível ! Equipe atenciosa e profissional, produção impecável e o público maravilhoso de Brasília! "

Fernando Tubarão

Últimas notícias

[CRÍTICA] [JARDÍN DE INVIERNO]

Foto: Rômulo Juracy No último espetáculo que assisto no Cena Contemporânea, um brinde ao silêncio e ao intenso diálogo proposto pelo corpo. A Cielo Raso, companhia de dança criada por uma parceria entre Brasil e Espanha, mostra que é possível dizer muito além das palavras. A cenografia inteligente encheu o palco de balões que flutuam […]

04/09/2018

[CRÍTICA] [ALICIA DESPUÉS DE ALICIA]

Foto: Nityama Macrini Entre as virtualidades e presencialidades de Alicia Brasília, 2 de setembro de 2018 Kabia Teatro, As técnicas de videomapping têm cada vez mais adentrado firme nos espetáculos de teatro de grandes produções. Em especial, obras de teatro musical, com franquias mundiais, dentre outras obras de circuito mercadológico vão se apropriando desses recursos […]

04/09/2018

[CRÍTICA] [SALVE, MALALA!]

Foto: Junior Aragão Malala para ampliar a escuta como negação das censuras   Brasília, 2 de setembro de 2018 Cia La Leche (SP), A política é um processo de negociação constante, uma disputa de narrativas que compõem a história. E somos seres políticos no mundo, estamos em um perene conflito ideológico do que será perpetuado […]

03/09/2018

[CRÍTICA ] [AUTÓPSIA]

Foto: Junior Aragão Um teatro a serviço de seu tempo. Narrativas que optam por colocar o dedo na ferida e escancarar aos olhos tudo o que fingimos não ver ou nos esquecemos de enxergar no cotidiano. Autópsia III e IV dá continuidade ao excelente e forte trabalho do grupo Sutil Ato iniciado em 2011, quando […]

03/09/2018