AUTÓPSIA III E IV - A CONTINUAÇÃO (DF)

AUTÓPSIA III E IV - A CONTINUAÇÃO (DF)

AUTÓPSIA III E IV - A CONTINUAÇÃO (DF)

Espetáculo que dá continuidade a uma pesquisa iniciada pelo grupo em 2011, com os Atos I e II, baseados em textos de Plínio Marcos. Os Atos III e IV apresentam dramaturgias autorais e inéditas, criadas a partir de encontros e entrevistas com cidadãos que vivenciaram/vivenciam o sistema penitenciário do DF e com recicladores do aterro de lixo da cidade Estrutural (DF). Os textos têm como ponto de partida obras de Plínio Marcos – “A Mancha Roxa,” “Barrela”, “Balada de um Palhaço”, “Homens de papel” e “Oração para um Pé de Chinelo” – e abordam temas como desemprego, desigualdade, racismo, homofobia, violência, opressão, sonhos, esperança e liberdade

 

Grupo: Grupo Sutil Ato

 

Currículo do grupo: GRUPO SUTIL ATO – Coletivo teatral brasiliense, que há mais de 12 anos vem se destacando no cenário cultural do DF e percorrendo diversos estados brasileiros. Os trabalhos do grupo são marcados pelo constante debate sobre as realidades brasileiras e mundiais, propondo experiências de reflexão sobre os nossos posicionamentos como cidadãos do mundo.

 

 

FICHA TÉCNICA:

Direção e dramaturgia geral: Jonathan Andrade
Produção : Grupo SUTIL ATO e Wellington Oliveira
Percussionista: Larissa Umaytá
Cenografia: Jonathan Andrade
Figurino: Jonathan Andrade, Raquel de Oliveira Lopes, Thayná Caminho dos Santos Floriano, Jordelina dos Santos Soares e Karoline Lemos. Cenotécnico: Marno Matte
Iluminação: Moises Vasconcellos
Operação de luz: Manu Maia
Preparação musical: Gislene Macedo
Elenco e colaboração dramaturgia: Giselle Ziviank, Ivan Zanon, Jeferson Alves, Maria Eugênia Félix, Micheli Santini e Pedro Ribeiro
Operador de som: Jonathan Andrade
Consultoria de dramaturgia e pesquisa: Iara Dos Anjos, Carla Araújo, Karoline Lemos, Letícia Lima,Vinícius Miguilim, Raquel de Oliveira Lopes, Raquel de Oliveira Lopes, Francisca, Thayná Caminho dos Santos Floriano e Jordelina dos Santos Soares.
Tradução de texto para Yorùbá: Ìyálóòde Ester e Mãe Baiana
Consultoria de pronúncia em Yorùbá: Alufa Òrisà àti Bàbá Ògúntúndéléwa
Designer gráfico: Gabriel Guirá
Fotógrafa: Pryscilla Dantas

 

CONFIRA TAMBÉM DEBATE COM A EQUIPE DO ESPETÁCULO PELO CENA EXPANDIDA:

NARRATIVAS DO CÁRCERE EM CENA

O espetáculo “Autopsia III” coloca em cena a realidade do cárcere no Brasil. Atualmente, O Brasil detém a terceira maior população carcerária do mundo, sendo que 40% dessas pessoas sequer foram julgadas – além de uma presença majoritária de negras e negros. A encenação destaca-se na programação por afetar a platéia com um tema pouco recorrente. A roda de conversa convida o diretor Jonathan Andrade, a consultora em dramaturgia do espetáculo Iara dos Anjos e a pesquisadora Tarsila Flores, que compõe o coletivo Maré – Núcleo de Estudos em Cultura Jurídica e  Atlântico Negro, para uma troca de análises, possibilidades políticas, éticas e poéticas que emergem na realidade brutal e genocida brasileira.

COM EQUIPE AUTOPSIA E TARSILA FLORES

Data: 30 de agosto

Hora: 14h às 16h

Local: UnB

Serviço

Data | Horário | Local:

Ato III – 28/8, 20h, Sesc Ceilândia, Entrada Franca

Ato IV – 29/8, 20h, Sesc Ceilândia, Entrada Franca

Ato III e IV – 31/8, 19h, Plínio Marcos, R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia)

Ingressos:

R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) na Plínio Marcos e Entrada Franca nas demais RAs

Como comprar ingressos?

Classificação Indicativa:

18 anos

Duração do evento:

(Ato III) 90 minutos, (Ato IV) 65 minutos