ÍCARO (RS)

ÍCARO (RS)

ÍCARO (RS)

Em cena, um artista desdobra-se em seis depoimentos ficcionais de pessoas cadeirantes. Luciano Mallmann, autor e ator do espetáculo traz à luz uma reflexão acerca da fragilidade humana a que todos estamos expostos. Inspirado em suas próprias experiências e também de pessoas que conheceu após sofrer uma lesão medular em 2004, o monólogo mistura realidade e ficção num mosaico sobre a diversidade humana, partindo de temáticas universais, como relacionamentos interpessoais, abandono, gravidez, maternidade, preconceito e resiliência. Com direção de Liane Venturella, a montagem é marcada pela valorização do trabalho do ator, que dialoga diretamente com a plateia.

 

Grupo: LUCIANO MALLMANN

Currículo do grupo: LUCIANO MALLMANN – Iniciou a carreira de ator em 1991 na Companhia das Índias, com a qual encenou quatro espetáculos. Em 1996, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde trabalhou com diferentes encenadores, como Mauro Rasi e Jorge Fernando, e fez participações em produções da televisão. Em 2004, sofreu um acidente e teve lesão medular, passando a usar cadeira de rodas. Voltou a viver em Porto Alegre e, em 2011, produziu e atuou no espetáculo “A Mulher Sem Pecado”, de Nelson Rodrigues, que ganhou diversas categorias do Prêmio Açorianos. “Ícaro” é seu primeiro texto como dramaturgo.

 

FICHA TÉCNICA:

Dramaturgia:  Luciano Mallmann

Produção: Luciano Mallmann

Direção: Liane Venturella

Elenco: Luciano Mallmann

Figurino: Liane Venturella e Luciano Mallmann

Iluminação: Fabrício Simões

Sonoplastia: Monica Tomasi

Texto: Luciano Mallmann

Fotos: Fernanda Chemale e Nina Pires

Divulgação: Leo Sant’Anna

 

CONFIRA TAMBÉM O DEBATE COM O ATOR E DRAMATURGO LUCIANO MALLMANN:

ARTE E DEFICIÊNCIA: DA CORPONORMATIVIDADE ÀS EMANCIPAÇÕES CRIATIVAS

A mesa irá debater a presença do corpo com deficiência no teatro, a normatividade socialmente construída e as possibilidades de emancipação para e através da criação teatral. Como corpos com deficiências constroem narrativas e poéticas de cena diferentes dos outros corpos? Quais os desafios para a participação das pessoas com deficiência como criadoras nas artes cênicas?

COM LUCIANO MALLMANN, RAFAEL TURSI E NATÁLIA MARIA

Luciano Mallmann traz para o Festival o espetáculo “Ícaro e interpreta depoimentos ficcionais de cadeirantes – homens e mulheres. O ator mesclou experiências pessoais com relatos de pessoas que tiveram lesões medulares. Em 2004, ele ficou paraplégico após uma queda durante um exercício de acrobacia área em tecido, no Rio de Janeiro.  Rafael Tursi é ator, produtor e mestre em Arte Contemporânea pela UnB. É fundador do Projeto PÉS, e ganhador dos prêmios de Melhor Trabalho de Educação Inclusiva e Melhor Trabalho de Cultura e Lazer para Pessoas com Deficiência pelo Congresso Nacional de Diversidade e Inclusão (CONADI, São José dos Campos/SP). Natália Maria é ativista do Coletivo de Mulheres Com Deficiência do DF. Pesquisadora nas áreas de Antropologia dos Corpos, Antropologia Política da Saúde, Acessibilidade, Direitos Humanos e Bioéticas. Ainda atende, como cuidadora em saúde, sob Naturopatias Tradicionais e Constelação Sistêmica.

Data: 24/08

Hora: 10h

Local: UnB

Serviço

Data | Horário | Local:

23/8, 20h, Sesc Ceilândia, Entrada franca

24/8, 20h, Sesc Taguatinga, Entrada franca

25/8, 20h, Sesc Gama, Entrada franca

26/8, 21h , Sesc Garagem, R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia)

Ingressos:

R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) no Sesc Garagem e Entrada franca nas demais RAs

Como comprar ingressos?

Classificação Indicativa:

14 anos

Duração do evento:

70 minutos